Capital Individual

O capital individual refere-se aos talentos da empresa, às habilidades pessoais, às competências sociais, à qualificação, à educação formal e à experiência, ou seja, às competências que cada indivíduo está disposto a colocar ao serviço da empresa, tendo em vista a permanente orientação para os clientes e para os objetivos da empresa.

Quando os indivíduos combinam estas competências com a capacidade de perceber o negócio da empresa, estamos perante um capital individual muito valioso, capaz de colocar a sua criatividade ao serviço da empresa e de gerar inovação.

Este recurso intangível é inesgotável e por isso deve ser gerido com toda a atenção. As empresas que não sabem gerir os seus talentos perdem continuamente conhecimento tácito que nunca é explicitado e que, por isso, nunca pode ser usado para produzir riqueza.